Histórico e Conquistas

Você está em: Home - Aprece - Histórico e Conquistas


Sob o comando de Antonio Fradique Accioly, a Associação dos Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará – APRECE foi fundada em 7 de março de 1968. A primeira sede da associação ficava a Rua Pedro Borges, número 75, sala 905, no Centro de Fortaleza. Contava com apenas três funcionários: um jornalista, Círilo Cordeiro, um assessor de gabinete, Genésio, e um secretário, Afonso Sobrinho.

Anos mais tarde, no Diário Oficial do Estado de Ceará, datado de 4 de fevereiro de 1975, constava a oficialização da Aprece como uma “sociedade civil de âmbito estadual, com sede e fórum em Fortaleza, de duração ilimitada, operando em regime de íntima cooperação com os municípios, instituições e afins, além de quaisquer entidades nacionais e internacionais que tenham os mesmos propósitos”.

Importantes figuras da política cearense passaram pelo comando da entidade, tais como Gerardo Melo, Francine Guedes, Aldo Monteiro, Francisco Xavier da Silva, entre tantos outros que vieram contribuir significativamente para a consolidação da Aprece no cenário político cearense e no âmbito nacional.

Com o transcorrer dos anos, algumas alterações ocorreram. Por deliberação da Assembléia Geral Extraordinária da Aprece do dia 3 de junho de 1996, por exemplo, foi aprovada a reforma dos estatutos da Aprece, que passou a ser denominada Associação dos Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará – Amece. A entidade foi comandada, inicialmente, por Pedro Neudo Brito.

Um ano mais tarde, acontecia a cisão na entidade por incompatibilidade de pensamentos. Fruto dessa dissidência, nasceu a Associação Cearense de Prefeituras –  Acepre. À frente da nova entidade, estava o então prefeito do município de Pereiro, José Irineu de Carvalho. A ruptura, no entanto, só durou pouco mais de um ano. No dia 15 outubro de 1998, houve a fusão da Amece com a Acepre. Dessa forma, a entidade voltou a adotar seu nome original: Aprece.

Na ocasião, o exercício do cargo de presidente recaiu em José Irineu de Carvalho, que soube aparar as arestas, fomentando a integração dos associados e diluindo os conflitos existentes. Eleito para o biênio 2000/2001, Irineu se afastou do cargo ao final de 2000, tendo concluído o seu mandato o então prefeito de Iguatu, Hildernando Bezerra. Na linha de sucessão de Hildernando, elegeu-se presidente da Aprece o então prefeito de Quixeramobim, Cirilo Pimenta (2001/2002).

Para a administração do biênio 2003/2004, foi eleito, por unanimidade, Júlio César Lima Batista, prefeito de Aratuba e vice-presidente do Partido Verde no Ceará. Ele efetivou uma renovação estrutural e física na entidade. Além da mudança da sede e da alteração do logotipo da Aprece, promoveu uma série de ações engajadas e empreendedoras.

Para exercício do biênio 2005/2006, foi eleito Antonio Carlos Torres Fradique Accioly, então prefeito de Guaiúba. Em tal gestão, já foram realizadas oficinas regionais – o que serviu para o fortalecimento dos governos locais – seminários, encontros estaduais e inúmeras mobilizações municipais. Quando Fradique Accioly assumiu o cargo, setenta e oito municípios eram filiados à associação. Em pouco mais de um ano de atuação do gestor, a Aprece já contava com 158 prefeituras associadas.

Eleito para comandar a entidade municipalista cearense pelos anos de 2007/2008, o prefeito de Limoeiro do Norte precisou deixar o cargo antes de concluir o mandato, para candidatar-se à reeleição em seu município. Em maio de 2008, o prefeito de Aurora e então vice-presidente da Aprece, Carlos Macedo, permaneceu na presidência da entidade até as eleições seguintes.

Eleita presidente da Aprece no início de 2009, Eliene Brasileiro foi a primeira mulher a ocupar o cargo em mais de 40 anos de existência da entidade, na qual realizoy diversas ações em benefício do fortalecimento dos municípios cearenses. Representou os municípios do Nordeste na Diretoria da CNM-Confederaçao Nacional dos Municipios e participou ativamente de diversas Marchas à Brasília em Defesa dos Municípios, tendo sido reeleita presidente da Aprece para o biênio 2011/2012.

Reeleita prefeita de Fortim em outubro de 2012, Adriana Pinheiro foi eleita presidente da Aprece para o Biênio 2013/2014. À frente da entidade, a gestora buscou dar continuidade aos ganhos obtidos para os municípios nas gestões anteriores; interiorizar as ações da Aprece, retomando as visitas de formar regionalizadas ao interior do Estado, discutindo e debatendo a causas municipalistas nacionais e estaduais, mais também as regionais.

Expedito José do Nascimento, prefeito de Piquet Carneiro, foi eleito presidente da Aprece para o biênio 2015/2016. Ele já exercia a função de presidente de forma interina, pois ocupava anteriormente o cargo de vice-presidente e assumiu a entidade devido ao afastamento da então presidente por motivos pessoais. Expedito teve uma atuação histórica na Aprece, que se tornou uma entidade cada vez mais reconhecida não só pelos gestores municipais como por toda a sociedade cearense e brasileira. Atuou em todas as áreas da gestão pública municipal: buscando recursos, atendendo demandas,fechando parcerias importantes,  facilitando capacitações, levando conhecimento e trabalhando pelo pleno desenvolvimento dos municípios cearenses. Um de seus principais feitos foi a realização do sonho da sede própria, ocupando o prédio cedido pelo Governo do Estado, em uma demonstração de respeito e apoio ao trabalho grandioso da Aprece. Realizou, em seguida e com recursos próprios, uma completa reforma estrutural. Depois, de forma organizada e planejada, ampliamos nossa sede, construindo um auditório com capacidade para reuniões, cursos, capacitações, entre outros.

Atualmente sob o comando do prefeito de São Benedito, Gadyel Gonçalves, eleito para o biênio 2017/2018, a Aprece desponta ainda mais como entidade fundamental para o desenvolvimento do Ceará, por meio do fortalecimento das gestões locais. Após uma completa reestruturação organizacional da Associação, a mesma está passando por um planejamento, em fase de finalização, direcionando as ações e os objetivos para os próximos anos. A estruturação da Escola de Gestão Pública Municipal da Aprece (EGPM/Aprece) e a criação das Redes Técnicas da entidade vem impulsionando, desde o início da atual gestão, uma série de capacitações nas mais distintas áreas. Oficinas, palestras, cursos e seminários são realizados constantemente pela entidade, capacitando prefeitos e secretários municipais em todas as áreas. O fortalecimento da participação da Aprece nas grandes lutas nacionais é outra marca registrada da atuação do atual presidente da entidade. Além disso, novas ações de comunicação vêm sendo implementadas, com o intuito de tornar a Aprece uma referência nacional em assuntos municipalistas. Em uma história de lutas e conquistas, a atual gestão pretende manter a tradição histórica da entidade, acenando ainda com ações que gerem dinamismo e empreendedorismo como marcas registradas da Aprece.

APRECE - Rua Maria Tomásia, 230 - Aldeota - Fortaleza/CE - Fone: (85) 4006-4000 / Fax: (85) 4006-4006